Mesmo que não haja brisa, resolvi começar um blog diferente do que eu já tive um dia. Nesse, não falarei mais de mim tão intimamente, tampouco desabafar minhas mágoas mais recônditas. Contarei casos, verdadeiros ou não. Contos, criados por mim ou inspirados em terceiros.

Sempre escrevi muito e há muito também parei de fazer isso, que tanto me agradava e acalmava. Recentemente, uma amiga me aconselhou a voltar. Então, cá estou.

Além disso, postarei fotos, colocarei poemas que admiro e divulgarei coisas que gosto.

Para começar: essa foto do perfil é da lua, uma lua presa em fios. Estaria ela numa rede de pescaria? Coitada da lua, assim como ela, tantas pessoas estão presas e não sabem. Ou em pensamentos, ou em amores platônicos ou com a própria vida presa. Soltemos a nossa lua!

Anúncios