Tags

, , ,

Não há pessoas, cheiros, imagens, pensamentos apenas. Um vazio ensudercedor, um misto de madrugada e solidão. A madrugada não deixa de ser solitária, mas hoje ela está especialmente inimiga.
Insônia não há, mas pensamentos, eles, sempre os pensamentos.

Ouço Pink Floyd, tire-me desse mundo vazio, pelo menos enquanto durar a música!

Estava tão acostumado a vozes, barulhos, gemidos, gritos, que ficar sem isso me deixa absurdamente tonta. Quantas vezes desejei o silêncio de hoje… quantas e quantas! E hoje tudo que queria era o barulho. Não um barulho qualquer. Um barulho de risos, conversas, piadas, rostos vermelhos e suor.

Agora, apenas ouço os pingos de um ar condicionado vizinho e o ventilador que não ventila.

Tantas coisas para fazer sem nada querer. Tantos sonhos perdidos ou destruídos mas sem temer. Tantas crianças gargalhando e eu a sonhar por elas. Não façam besteiras, pequenos! Vivam! Mas não exagerem porque o futuro de vocês pode ser um quarto vazio, sem cama, sem som, só um ser.

Anúncios